Parceria entre Unasp e universidades estrangeiras beneficia alunos

Escrito por Douglas Pessoa em 02 de maio de 2014

Fazer uma viagem internacional e aprender outro idioma é o sonho da maioria dos estudantes universitários do Brasil. De acordo com a pesquisa realizada pela Association of Language Travel Organisations, da Grã-Bretanha e divulgada na revista Veja São Paulo, cerca de 160 mil brasileiros saíram do país em 2013 para estudar outro idioma. A maioria deles foi para países da Europa e os Estados Unidos. Destes, cerca de 50 mil saíram somente do estado de São Paulo. Esse número faz do Brasil o quinto maior exportador de intercambistas do mundo.

Pensando nisso, o Unasp-EC firmou parceria com diversas universidades da rede de educação adventista da Europa e dos Estados Unidos. Entre elas a Andrews University, Newbold College e a La Sierra University. Neste acordo, o estudante poderá estudar e morar nessas instituições pagando o mesmo valor de um aluno interno do Unasp-EC referente ao valor do curso de Arquitetura e Urbanismo. Ou seja, o preço total do intercâmbio se torna 50% mais baixo do que é normalmente praticado. “Em algumas universidades, o desconto proporcionado pela parceria chega a 60%”, afirma Ariadne Costa, diretora do Instituto de Línguas da instituição.

O número de alunos que participam do programa é grande. Somente no segundo semestre do ano passado, 54 estudantes se tornaram intercambistas. Em 2014, 57 partiram para essa nova experiência. “O número tende a aumentar e as inscrições para o segundo semestre deste ano já estão abertas”, alerta Ariadne.

“Eu queria muito ter uma experiência no exterior antes da minha formatura e o programa do Unasp-EC veio no momento certo”, declara Walter Quiaper, aluno de Teologia. O estudante esteve na Andrews University. “Na época em que eu fui para os EUA, o projeto era bem inovador e veio ao encontro do que eu exatamente precisava”, declara.

Quiaper esteve na Andrews University onde pode conhecer a cultura norte-americana e aprender a língua inglesa, a mais usada no mundo atual. O estudante também afirma que, depois de participar do intercâmbio, pode ler artigos, usar livros e citações de obras que não estão traduzidas para o português.

No entanto, o estudante também conta que existem etapas não muito fáceis para quem se aventura a fazer um intercâmbio. “O medo da entrevista para retirar o visto e o receio de não ser aprovado são coisas que preocupam. Mas, logo que o processo com a documentação termina, é só esperar o dia da viagem. Além disso, tem a saudade da família e dos amigos do Brasil”, acrescenta Quiaper.

Agora que voltou do intercâmbio, ele planeja dar continuidade ao curso de Teologia. O estudante também falou algumas recomendações para os futuros intercambistas. “Um conselho que eu deixo é que providencie logo o seu passaporte. Também é preciso planejar com bastante antecedência e fazer uma boa reserva financeira”, adverte.

O aluno que tiver interesse pode participar do programa ainda este ano e fazer a reserva desde já. “O aluno deverá fazer uma pré-inscrição no Instituto de Línguas especificando a universidade que pretende ir”, explica Ariadne. O estudante só poderá fazer a pré-inscrição se estiver com seu passaporte em mãos. O valor será pago em reais. Para saber mais informações acesse o site do Instituto de Línguas.

 

Veja outros depoimentos de alunos que participaram do intercâmbio pelo Unasp-EC.


Todas as notícias

comentários