Bolsistas do Pibid apresentam trabalho em congresso da Unicamp

Escrito por Thiago Basílio em 25 de abril de 2014

O Encontro de Educação Musical, promovido pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, teve a sua sétima edição realizada entre os dias 22 e 25 de abril. O evento contou com a participação de dois graduandos do Unasp-EC, que apresentaram os seus trabalhos vinculados ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). Em 2014, o congresso tematizou a “música na escola: um mundo de possibilidades”, além de trazer nomes de peso no cenário nacional e internacional da área para explanação de conceitos.

Dentre os diversos participantes, Leonardo Moralles e Rafael Beling, alunos do 4º ano do curso de Música do Unasp-EC, tiveram a oportunidade de mostrar em uma apresentação conjunta aspectos conceituais e técnicos do funcionamento do programa desenvolvido com alunos de uma escola pública de Artur Nogueira (município do interior de São Paulo).

“Projetos como esse são muito importantes para o desenvolvimento da prática docente na faculdade”, observa Moralles. Ele acredita que, mais do que uma bolsa remunerada, “o Pibid proporciona aos alunos uma experiência de estágio e a oportunidade de contribuir com a educação musical na educação básica de forma lúdica e acessível às crianças”.

Esse assunto foi explanado no evento pela professora venezuelana erradicada americana doutora Marisol Ponte-Greenberg, que trabalha com um projeto na cidade estadunidense de Nova York. Ela desenvolve a educação musical com técnicas revolucionárias e já é uma referência mundial na área. Além desta experiência, a professora doutora Iveta Fernandes mostrou um projeto vanguardista idealizado por acadêmicos da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Durante sua explicação Iveta afirmou que esse programa inspirou a criação do Pibid no país.

Estudantes de diversas universidades da região e de outros estados expuseram os seus trabalhos. Moralles e Beling tiveram um retorno positivo dos espectadores que acompanhavam a apresentação. Muitas perguntas interessadas em saber mais detalhes sobre a iniciativa coordenada pelo Unasp-EC foram debatidas e esclarecidas pelos estudantes.

Além desse módulo, Beling, que participou pelo segundo ano consecutivo no encontro, também apresentou outro trabalho mais teórico sobre o processo de aprendizagem musical, sob a ótica do pensador russo Lev Vygotsky. Segundo ele, o debate de ideias é enriquecedor. “Muito do que é dito sobre o assunto fica somente no meio acadêmico”, lamenta o graduando, sugerindo que “esse conhecimento deve ser acessível à população”.

Além dos diversos debates, os congressistas puderam apreciar uma apresentação da Camerata de Violões de Campinas. O grupo foi vencedor do 11° Concurso Internacional de Violão, realizado no Uruguai, e interpretou três peças para o os presentes. O Encontro de Educação Musical acontece anualmente e é considerado um dos mais importantes do país. 


Todas as notícias

comentários