Coral Unasp realiza retiro espiritual

Escrito por Kimberly Cruz em 30 de abril de 2013

 

No segundo fim de semana de abril, o Coral Unasp-EC realizou um retiro espiritual. O evento aconteceu no Acampamento Educativo Adventista, localizado na cidade de Analândia, interior de São Paulo, e contou com a participação de mais de 100 coristas. O objetivo do retiro foi aproximar os coristas de um relacionamento com Deus e entre eles mesmos.

O primeiro momento de interação entre os coristas ocorreu após o culto, na sexta-feira, quando foi realizada uma dinâmica. No sábado, pela manhã, o momento foi dedicado a adoração e louvor. No período da noite, os participantes tiveram uma programação especial, realizando uma imitação do programa The Voice, que foi dirigida por um dos integrantes do coral e contou com a participação de jurados profissionais. Entre eles o compositor Lineu Soares e o cantor Marcel Freire.  No domingo, o último dia do retiro, foi reservado para que os integrantes do coral pudessem aproveitar as atividades oferecidas no acampamento. Alguns aproveitaram o campo de futebol, piscina e outros foram conhecer melhor da natureza do local.

O regente do Coral, Lineu Soares, enfatiza: “Esse encontro faz com que cresçamos no nosso relacionamento com Deus e com os outros coristas. Sempre que um retiro é realizado, no decorrer do ano, a participação e interação no coral melhora”.

A parte espiritual e social foi o que mais marcou os participantes. Quem entrou no coral este ano, pode conhecer outras pessoas e fazer novos amigos, como por exemplo, o estudante de Teologia, Bruno Lorscheiter que também foi responsável por uma das mensagens dos cultos. “Pude conhecer várias pessoas novas e fazer vários amigos. Acho que o retiro foi muito bom para deixar todo mundo unido e com o propósito semelhante”. Ele também conta o que mais o marcou no encontro. “Pude perceber que, no geral, as pessoas que compõe o coral estão preocupadas com uma reforma espiritual na vida delas”, declara.

O estudante de Sistemas para Internet, Leonardo Albuquerque, que está há cinco anos e meio no coral, comenta que o retiro deste ano atingiu o objetivo. “Creio que o objetivo espiritual e social estabelecidos pela liderança foi cumprido. As meditações tocaram muito. E os coristas, como grupo, puderam entender mais sobre a missão de louvor que lhes foi designada,” afirma o estudante. Já a integrante, Cácia Carina, explica a importância dessas programações. “É bom que o Coral promova esses eventos porque além do espiritual, a correria diária não permite muita interação dos coristas e no retiro saímos da rotina e nos voltamos para fazer novos amigos e ouvir as mensagens inspiradoras que são passadas,” diz a estudante.


Todas as notícias

comentários